ALAIDE, UM CORAÇÃO POETA...
SENTIMENTOS e VERSOS = POESIA
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos

Mais uma vez, neste palco
Acadêmica, sim, Senhor!
Da ASC para o Cordel
Literatura de valor
Divulgá-la, pelo mundo
Farei isso, com amor.


Quero aprender cordel
Porque ele é a memória
Representa a Cultura
Conta a nossa história.


Uma vez eu afirmei
Quero ser feliz, rapaz
Amar e ser a querida
Na sua vida. És capaz?


Eu nasci pra ser poeta
Disso eu tenho a certeza
Cresci lendo e rimando
É a minha natureza
Gosto mesmo de rimar
Fazer cordel com destreza.


Hoje eu voltei pra casa
Não vim só, nem de repente
Trouxe na mala os livros
Que vou te dar de presente
Eles vão ficar guardados
Você marca novamente?


Detesto quem vive
Praticando a maldade
Age que nem um bandido
Vê a oportunidade
Para nos trapacear
Ser um falso, enganar
Nunca diz uma verdade.


Para que ave com preço?
Para colocar na prisão?
Você quer viver, assim?
Quer estar livre, ou não?
Deus, nosso Pai, está vendo
Como estamos fazendo
Não as maltrate, irmão.


Dona Ana e Pedro Amaro
Não gostam de fazer mal
Eles expiram amor
Formam um lindo casal.


Ziane está rimando
Ela está inspirada
Quer ser cordelista
E ser bem solicitada
Escrever muito Cordel
Cumprir bem esse papel
Para sempre ser lembrada.


Fernanda quer ser feliz
Anseia ser  adorada
Casar e ter quatro filhos
Do marido ser desejada
Se dedicar à família
Para sempre ser amada.


Glória é uma garotinha
Que vive a cantarolar
Ela só quer ter saúde
E parar de espirrar.


Apreço por Izabel
Eu tenho há quatro anos
Ela é a minha musa
Gosto dela e a amo
Que seja longa, sua vida
Paz,Luz,Bem,sem desengano.

 
ALAÍDE SOUZA COSTA
Enviado por ALAÍDE SOUZA COSTA em 25/07/2017
Alterado em 25/11/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários